Ninguém curte o aplicativo super bacana que você criou? Talvez o problema seja o próprio App. O fundador de The App Date, Oscar Hormigos, aponta 10 motivos para o insucesso de seu produto. Leia com atenção e descubra como melhorar.

1 - Sinto muito, mas não há nada novo. Parece óbvio, e é. Se não tiver nada novo, não haverá êxito, sobretudo em um mundo em que há centenas de novos apps por dia. Um bom app precisa ser útil, e não apenas uma extensão do produto web. É preciso que o produto se utilize dos recursos de um smartphone, como por exemplo mobilidade, câmera, tacteabilidade, velocímetro...

2 - Você reservou parte de seu orçamento para a publicidade? Fazer comunicação não é abrir uma conta no twitter ou mandar e-mail a diversos jornalistas e blogueiros. Uma comunicação eficiente custa dinheiro e vai além de redes sociais e e-mails. Conselho de quem trabalha com isso: as notas para a imprensa devem ser bem feitas, o que vai atrair a atenção do jornalista. Também não esqueça de reservar parte da verba para entrar em buscadores de referência, como o próprio Atrappo. Assim, o seu produto estará mais exposto aos usuários.

3 - O app é genial... mas não o encontro. O app pode ser brilhante, mas não há nada que possa ser feito casa ele não tenha visibilliade. Os mercados de aplicativos já contam com mais de 1 milhão de produtos e ficar para trás nos mecanismos de busca significa assinar a sentença de morte. Uma descrição correta e a escolha eficaz de tags são fundamentais para ingressar no mundo dos algorítimos e, com os downloads, ir galgando posições.


4 - A descrição não é tarefa do estagiário, por melhor que ele seja. Como dicemos no tópico anterior, uma descrição correta é fundamental para galgar postos no posicionamento nos mercados. Além disso, ela garantirá que os usuários tenham vontade de baixar o app. Infelizmente, é comum o erro se repetir, e a descrição fica sempre para o final, quando é feita às pressas, pelo último funcionário ainda no escritório. É um erro. Quem sabe é quem deve fazê-la.

5 - Garanta um ícone bacana. O ícone e as imagens de seu app importam na hora de um usuário fazer o download de uma aplicação. Como ocorre com a descrição, muitos desenvolvedores deixam isso para a última hora, sem dar a importância que o tema merece. Um ícone pobre e imagens mal capturadas podem selar o fracasso de um bom app. Se cuidamos da imagem, de certo também sabemos que um bom nome para o aplicativo é fundamental.

10 razones por las que nadie se descarga tu app.The App Date

6 - Você está gerenciando bem os comentários e críticas? É só perguntar por aí para dar-se conta de o quanto comentários negativos são influentes - e para o mal. Obviamente, comentários positivos também garantem pontos, mas sempre fica a dúvida: será que alguém pagou os amigos para garantir elogios? Ter um site, diálogo nas redes sociais e um e-mail para atendimento aos usuários canalizarão qualquer falha ou problema, em vez de deixar que estes se convertam apenas em comentários negativos. 

7 - Quer ganhar dinheiro, mas erra na hora de fixar o preço. É importante que se pense bem o modelo de negócios e o preço de seu app. Ajuste-o ao que você oferece: somente algo muito exclusivo poderá ter um valor mais alto. Se sua aposta são as compras in-app, não abuse e nem esvazie sua aplicação, pois com isso, você coibirá novos downloads.

8 - Saia de seu bairro, pense global. Uma das grandes vantagens de apps, diferente de outros produtos, é que estes são globais. Publicamos algo no Brasil e poucas horas depois alguém de Seul pode baixá-lo. Projete seu app pensando no mercado global e não se esqueça da possiblidade de utilizar outros idiomas. 

9 - Tamanho é importante - O peso é importante, especialmente se não há wifi e é preciso recorrer aos dados do telefone. O download fica lento, pesado e pode fazer com que os usuários partam para outra.

10 - Atualize seu produto. Talvez um dos erros possa ser não cuidar do app. Não é apenas publicar e esquecer do produto. É preciso dar-lhe atenção, o que inclui atualizar o aplicativo. Além disso, esta atualização pode posicioná-lo melhor nos algorítimos dos buscadores.