O aplicativo chinês de maior sucesso no exterior, o WeChat, acabou de chegar ao Brasil - numa campanha estrelada pelo astro do Barcelona Lionel Messi - e deve sacudir o mercado. Ou deveria. Trata-se de algo semelhante ao What'sApp, mas com funções de rede social também. 

Criado pela companhia Tencent, gigante da internet chinesa, com sede na cidade de Shenzhen, bem ao lado de Hong Kong, o WeChat nasceu como Weixin em 2011, no que deveria ser uma alternativa - para não dizer cópia - ao What'sApp. Mas com bem mais funções. 

A prática nem é tão nova em terras chinesas. Ainda antes da popularização dos apps, os chineses haviam emulado o Twitter no mais que famoso Weibo Sina em terras mandarins. Mas não eram apenas os tuítes de 140 caracteres que eram permitidos, ou as mensagens diretas. Ali podia-se comentar e responder nas postagens e, melhor, utilizar um serviço de mensagem instantânea entre a rede de contatos.

A moda pegou. Uma empresa chinesa eficiente se apropria de alguma ideia de sucesso do Ocidente e faz a sua versão bem mais atrativa. Não é só cópia, é criatividade.

 

 

Quer conhecer um pouco mais do We Chat antes de baixá-lo?

Em Momentos, você posta como se usasse o Instagram - e com direito a curtir e a comentar as fotos - ou galeria de fotos! Mas agito mesmo é a opção "Agitar". O aplicativo mostra todas as pessoas as redor do globo - e especialmente as mais próximas a você - que estão agitando no momento e sugere os nomes para que você dê o seu oizinho. Quando se fala em agitar, é literal: pegue o seu smartphone e balance-o bem.

O WeChat ainda tem outros pontos altos: um deles é descobrir quem está perto de você, uma ferramenta que permite que a paquera online possa se tornar algo mais concreto. 

Na China, de onde é originário, o sucesso é tanto que diversas marcas famosas utilizam o app também como rede social, angariando novos contatos e promovendo mais interação. Seria uma espécie de Twitter institucional, como na foto em que há o perfil oficial da cafeteria Starbucks. 

 

 

O aplicativo está disponível para Android e para iOS.

Para quem ainda não viu a campanha de Messi lançada na semana passada, não perca o vídeo: